Memories

bokeh_heart_by_michellis13-d30i0dp

Há coisas que não sabemos, assim como há coisas que nos movem, é certo que o improvável é bem possível de acontecer e que eu não sei de coisas que acontecerão em meu caminho de uns anos pra frente. Sei que há coisas bem difíceis e outras bem fáceis, dentre elas estão as nossas memórias.

Lembranças, parecem arte abstrata pintada por alguém que nos conhece tão bem quanto nós mesmos. São montes de imagens e gostos e cheiros que se misturam e fazem o que somos hoje e o que somos hoje faz quem nós seremos amanhã e depois e depois… São palavras complicadas, ideias tortas de alguém que já teve ideias tortas, lembranças tortas, momentos tortos.

Memórias, sejam elas boas ou ruins, podem marcar uma pessoa pra todo o sempre, isso é bem forte, porque digamos que podemos sofrer hoje do que já vivemos um dia, e hoje é só uma memória que nos amedronta, que nos deixa inseguros de tudo que nos rodeiam. Vai acontecer outras vezes, diz a memória, porque a vida é repetitiva, passamos anos e anos vivos por consequência do que é viver e isso é puramente normal, mas, as memórias ficam, e por certas vezes nos maltratam.

Eu costumava dizer “prefiro me arrepender hoje do que viver minha vida inteira arrependida por não ter tentado novamente”, é algo certo que sempre levei pra vida, quando algo realmente vale a pena. Porque sou eu que vou ter que viver com esse arrependimento de não ter tentado, de não ter ido em frente, vou ter que conviver com as memórias de ter desistido precocemente ou não…

Memórias são páginas da nossa vida, aquelas que por costume voltamos a ler, mas, o final é sempre o mesmo, nunca vai ser mudado, porque a vida não volta, os momentos não retroagem para que vivamos de novo, eles vão sempre estar em nossas memórias e quando um dia eu não mais estiver aqui a escrever as minhas memórias, elas se vão junto comigo.

Viva agora, busque agora o que te faz bem, pois memórias não voltam, felicidade de um instante, momentos que viverão eternamente em nossas mentes, vão se transformar em breves sorrisos ou longas lágrimas depois.

Eu só quero ser uma boa lembrança para cada pessoa que me conheceu, para cada pessoa que me viu sorrir, para coração que eu toquei, cada sensação que eu despertei, boas memórias, bons sentimentos… sorriso instantâneo… para aqueles que eu tive a oportunidade de encontrar nesse posso de lembranças chamada VIDA.

by: jess

Padrão

Enigma

salto2

O maior enigma de uma existência é encontrar quais são as portas que levam a tal felicidade.

Sinto muito.

Se você espera encontrá-la em algumas palavras.

Esse segredo eu não tenho, na verdades não gosto de enigmas, quando o que está em jogo é tanto.

Sou do tipo que fala baixo, que vê horizontes, que não sabe onde está o fim das coisas, que não procura e que também não acha.

Já tive motivos para desistir.

Levantei e saí pela porta. Pela mesma porta que você procura encontrar. E aí que se encontra o enigma. A chave mestra de todos os segredos.

Em felicidades não há portas.

Um dia já quis ficar tão pequena pra passar na fechadura. Hoje me vejo tão grande que passo com dificuldades.

Enigmas não são o meu forte. Mas, acredito que cada pessoa tem sua própria resposta. Sua própria chave.

O que eu digo é simplesmente, “jogue a chave fora”.

Não preciso de chaves quando eu posso arrombar a porta e sair por aí, de peito cheio de ar. Brisa leve e coração tranquilo.

Este enigma vem nos dizer que o sentir-se feliz está dentro de cada um, depende apenas de você, encontrar a maneira certa de expor tudo aquilo de bom que você tem guardado. Saia. Tome um banho de chuva. Se molhe.  Salte o mais alto que puder. E o mais importante, não tenha medo de ser feliz, afinal, é você que vai levar sua vida até o final.

Aproveite a viagem e jogue a chave fora.

Padrão